Quem não luta é mais coitado que o comunista coitado que luta

Por Noildo Nascimento*
Resultado de imagem para Noildo Nascimento
Assistimos a construção por parte da classe opressora de uma engenharia de ódio coletivo contra os comunistas. De forma deliberada, os meios de comunicação convencem os oprimidos sem consciência a defender os projetos dos opressores e combater aquele que tem um mínimo de consciência de classe.
Como o opressor não frequenta a sala dos professores, ele seduz seus porta-vozes para combater os que conseguiram se libertar da sua senzala privativa. Assim, somos obrigados a conviver com o capitão do mato naqueles espaços onde deveriam permanecer apenas os detentores do sentimento libertário (o educador).
Penso que se não houver um ideal de pertencimento de classe por parte dos educadores estaremos condenados à estagnação social.
Será mesmo o comunista uma ameaça para a harmonia social? O que mesmo existe de tão perigoso no comunismo? É mesmo necessário construir no inconsciente coletivo a rejeição a essa ideologia? Interessa a quem o combate ao comunismo? A classe operária precisa se aliar à classe empresarial no combate ao comunismo? Por que eu, professor, com um mísero salário, identifico-me com Paulo Skaf e combato com todas as minhas forças o Lula? O sindicato precisa fazer apenas a luta econômica e não a luta de classe?
Bem, estou convencido de que o comunista é um bestializado, que deixa de curtir sua família, seus amigos, de assistir a um bom filme americano para perder parte do seu tempo em reuniões de partido, associação de moradores, e sindicatos. E para quê?
O comunista anda no mundo da lua, acreditando que está ajudando a construir um mundo mais humanizado! Ô bicho besta é o comunista, que fica indignado ao ver uma criança desnutrida, um idoso abandonado.
É tão sem noção o comunista que, mesmo sendo hétero, milita pelo movimentos LGBT's, mesmo sendo branco, milita pelo movimento negro, mesmo sendo servidor público com um bom salário, defende o movimento sem teto e sem terra.
O desgraçado do comunista é tão doido que, mesmo sendo homem, defende o feminismo, mesmo sendo ateu, defende todas as religiões.
É um coitado que acredita na luta por um mundo melhor. E parabéns aos coitados desse planeta... Pois, graças à luta deles, um dia seremos mais humanos conscientes e menos animais brigando por matéria.
*Professor, sindicalista e comunista

Comentários