Como foi o depoimento de Aécio Neves?

Por Genaldo de Melo
O mineiro Aécio Neves mais uma vez foi abençoado pela imprensa tradicional brasileira, pois ontem ele deu seu depoimento à Polícia Federal sobre o esquema de Furnas, e toda a mídia, especialmente a Rede Globo de Televisão, não escandalizou como faz com os principais membros da esquerda brasileira quando surge apenas as famosas “convicções” do Ministério Público.

Fica mais uma vez provado que estamos vivendo em um regime de exceção, em que a imprensa brasileira está trabalhando com dois pesos e duas medidas. Para aliados de Lula cabe naturalmente o assassinato de reputações, para a turma abençoada de Minas e de São Paulo ligada ao tucanato o riso e o esquecimento.

No próximo dia 10 de maio a demonstração da parcialidade da imprensa tradicional brasileira vai facilmente ser comprovada. Como vai ser Lula que vai ser o interrogado de Sérgio Moro em Curitiba, até mesmo o que ele não falar vai ser motivo de distorções, para que se coloque a população brasileira contra o homem que está cada vez mais crescendo nas pesquisas.

Talvez o crescimento de Lula seja exatamente por um desses motivos de tanta exposição somente dos pontos negativo do líder petista. A população brasileira com a internet e as redes sociais está começando a perceber que existe de fato algo de errado na cobertura do jornalismo político no país.

Lula é culpado de tudo, mas não se prova nada. Enquanto isso, em relação ao líder tucano a cada vez que tem um fato negativo, ele é colocado em esquecimento para surgir somente no momento em que pode atacar na televisão ou mesmo no Senado. Até quem não gosta de Lula está mudando de opinião em relação a 2018 por causa disso. Prova é que enquanto um cresce politicamente, o outro desce nas pesquisas e cresce em rejeição!

Comentários