Deputado intermediário de Temer e JBS estava em Nova York com João Dórea



Por Genaldo de Melo
 
O deputado federal Rodrigo Santos da Rocha Loures (PMDB-PR) era um nome quase desconhecido até a divulgação dos últimos escândalos políticos, nessa quarta.

Rodrigo Loures foi o aliado de Temer, encarregado de receber o dinheiro da JBS e repassar para Cunha, garantindo a “mesada” autorizada por Temer que mantinha Eduardo Cunha em silêncio, em Curitiba.

Assíduo defensor das reformas trabalhistas e da previdência, o homem de confiança de Temer é também empresário e amigo pessoal de João Dória, o privatista político-gestor de São Paulo.

Interessante é que, no momento em que o escândalo de pagamento de propina de Temer à Cunha vem à tona, o deputado que materialmente garantiu a transferência de dinheiro entre as partes envolvidas encontrava-se em NY, junto à Dória, onde participou de eventos, premiações e reuniões, inclusive com o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, o 8º homem mais rico do mundo.

Rodrigo Santos da Rocha Loures, que não foi eleito deputado, era suplente de Osmar Serraglio e tomou posse do cargo depois de Serraglio assumir o Ministério da Justiça.

O “coitado”, que pela sua experiência poderia muito bem servir João Dórea se for presidenciável, diante de tudo isso teve seu mandato suspenso pelo Supremo Tribunal Federal! Pode um negócio desse...!?

Comentários