Deputado intermediário de Temer e JBS estava em Nova York com João Dórea



Por Genaldo de Melo
 
O deputado federal Rodrigo Santos da Rocha Loures (PMDB-PR) era um nome quase desconhecido até a divulgação dos últimos escândalos políticos, nessa quarta.

Rodrigo Loures foi o aliado de Temer, encarregado de receber o dinheiro da JBS e repassar para Cunha, garantindo a “mesada” autorizada por Temer que mantinha Eduardo Cunha em silêncio, em Curitiba.

Assíduo defensor das reformas trabalhistas e da previdência, o homem de confiança de Temer é também empresário e amigo pessoal de João Dória, o privatista político-gestor de São Paulo.

Interessante é que, no momento em que o escândalo de pagamento de propina de Temer à Cunha vem à tona, o deputado que materialmente garantiu a transferência de dinheiro entre as partes envolvidas encontrava-se em NY, junto à Dória, onde participou de eventos, premiações e reuniões, inclusive com o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, o 8º homem mais rico do mundo.

Rodrigo Santos da Rocha Loures, que não foi eleito deputado, era suplente de Osmar Serraglio e tomou posse do cargo depois de Serraglio assumir o Ministério da Justiça.

O “coitado”, que pela sua experiência poderia muito bem servir João Dórea se for presidenciável, diante de tudo isso teve seu mandato suspenso pelo Supremo Tribunal Federal! Pode um negócio desse...!?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

Sem Lula cidadãos conscientes continuam preferindo Manuela