O incrível humorista que envergonha os artistas brasileiros

Por Genaldo de Melo
O que leva um indivíduo aparentemente sadio, aparentemente em plenas faculdades mentais dentro da normalidade, a fazer o ridículo papel feito pelo autodenominado humorista Danilo Gentilli para mostrar para seus seguidores que a deputada federal Maria do Rosário é sua empregada, e não deputada numa democracia “Representativa”, senão a mais ridícula ignorância política?

Dizer que paga o salário dela e decide quando ela deve ou não calar é coisa naturalmente de gente ignorante, que definitivamente não conhece como funciona uma democracia representativa, que é o caso de nosso país. E mais vergonhoso ainda pela sua atitude infantil e deselegante é que ele se coloca como um humorista, que como artista deveria no mínimo ser inteligente.

Como artista, e numa democracia, ele deveria e poderia, e pode se manifestar contrário a notificação da deputada Maria do Rosário, feita através da Procuradoria da Câmara dos Deputados, mas dentro do que lhe garante também a lei. Pegar o documento e rasgá-lo diante de uma gravação em vídeo, colocando em suas partes íntimas e mandar de volta para o deputada, aliás para o Congresso Nacional, não foi coisa de um doente mental, foi coisa de criminoso, que cometeu o crime de atentado ao pudor.

Se ele acha que não pode conviver com os diferentes, se ele acha que é um artista, se acha que o que ele fez simplesmente provou que tem seguidores fanáticos para ouvir e segui-lo, ele deveria então sair do planeta terra, porque todo mundo é diferente, pensa diferente, torce por time de futebol diferente e vota também diferente, mas ninguém deixa de ser brasileiro. 

Se ele não gosta do PT tem que repeitar mesmo assim, porque no Brasil não existe apenas o PT de Lula, existe também o PMDB de Temer e o PSDB de Aécio. Não podemos mandar uma criatura dessas para Miami não, porque lá deve ter gente mais bem educada!

Comentários