AGORA NÃO ADIANTA, PRESO É PRESO!

Por Genaldo de Melo
A vergonha de ser preso deve ser coisa de doer na alma. Mesmo que seja Geddel Vieira Lima, personagem reconhecido na política baiana e brasileira por coisas estranhas, uma prisão por corrupção não deve ser coisa que valha à pena ser sentida na pele.

Qualquer cidadão comum que trabalha e cumpre o que reza os ditames das leis e da Constituição, e que tem vergonha na “cara”, faz de tudo para nunca na vida ser preso, para que depois tenha que enfrentar o olhar dos vizinhos.

Personagem de longas datas de desconfiança pública, Geddel começa a fazer vergonha ao velho Afrísio, mesmo com toda riqueza que construiu ao longo de sua vida política. Não deve está sendo fácil para Geddel saber que ao sair da prisão vai ter que enfrentar a vergonha pública de ter sido preso por corrupção e obstrução da justiça. A honra da qual Schopenhauer falava foi para o espaço!

Mas Geddel é indiscutivelmente um líder, e chefe de grupo político na Bahia, portanto ninguém politicamente pode o julgar porque foi preso, sem olhar o próprio espelho do que fez e do que poderá acontecer bem ali na frente, quando se trata do mundo político. Geddel tem grupo, tanto que era até recentemente ministro de Michel Temer!

O problema de quem vai preso é a memória dos adversários, e principalmente dos inimigos políticos que constrói, que jamais se esquecem de nada para depois utilizar isso politicamente, mesmo que o povo vá para o riso do uísque e do esquecimento do teatro.

Do “PMDB”, que foi preso até o momento o único que se libertou da mentira foi Colbert Martins, porque o resto se não for inocente a história será cruel já em 2018. Mesmo assim com Geddel é diferente, porque ele tem uma grande platéia política de apaixonados que dizem que mesmo que ele foi preso, o STF vai tirá-lo dessa condição como fez com Rodrigo Rocha Loures.

Que poderá sair da prisão preventiva é desconfiança de todo mundo com esse STF, o problema é que ninguém vai mais tirar da história política de Geddel a condição de ex-presidiário por corrupção e obstrução da justiça. E não é preso político, é preso por fazer coisas erradas num grupo político que tomou o poder no país sem voto!

É vergonhoso ser preso...!

Comentários