Finalmente uma luz se acende pela paz na Síria

Por Genaldo de Melo
Definitivamente é mais do que positivo a posição tomada pelos presidentes dos Estados Unidos e da Rússia em promover um cessar fogo na Síria, pois não se pode conceber a morte de tanta gente, principalmente de civis inocentes que nada tem a haver com os interesses políticos e econômicos em jogo nessa guerra maldita.

O acordo entre os presidentes aconteceu em reunião paralela de mais de duas horas durante o G20 que aconteceu em Hamburgo. 

A atitude madura de ambos os presidentes que representam nações que estão de lados contrários no conflito da Síria, começa a diminuir com tantas mortes que estão acontecendo no país árabe, pois desde que começou o conflito mais de 400 mil pessoas já foram mortas.

Para melhor compreensão do que aconteceu durante a reunião que selou esse acordo inédito reproduzo abaixo o texto do site Nocaute.

Putin e Trump fecham acordo para cessar-fogo a partir de domingo na Síria(Nocaute)

Desde 2011 a Síria enfrenta uma guerra em que tropas do governo enfrentam grupos armados da oposição e terroristas do Estado Islâmico
Depois de uma reunião de mais de duas horas, os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Donald Trump, acordaram nesta sexta-feira (7/7) o cessar-fogo entre as cidades de Daraa e Quneitra, no sudoeste da Síria, a partir do meio-dia (horário de Damasco) do próximo domingo (9/7).
Este é o primeiro encontro entre os dois presidente desde que Trump assumiu o cargo, em janeiro de 2017.
“EUA e Rússia assumirão a responsabilidade de fazer com que a trégua seja respeitada em uma área no sudoeste da Síria e garantirão a chegada de ajuda humanitária”, declarou o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serghei Lavrov, em entrevista coletiva.
Segundo Serghei Lavrov, os EUA “garantiram que todos os grupos locais” vão respeitar o cessar-fogo.
O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, mencionou uma “química positiva” entre Trump e Putin, e informou que os dois líderes “esperam poder ampliar” o cessar-fogo na Síria.
EUA e Rússia estão em blocos opostos no conflito na Síria. Enquanto os norte-americanos lideram a coalizão internacional, junto da União Europeia, os russos formam outra coalizão com Irã e com o governo sírio.
O diálogo entre Trump e Putin aconteceu em Hamburgo, na Alemanha, em uma reunião paralela ao encontro do G20.
A guerra na Síria acontece desde 2011, já deixou mais de 400 mil mortos e provocou um êxodo de mais de 4,5 milhões de pessoas do país, de acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas).

Comentários