Agora Lula e Dilma são os culpados pelos conflitos da Venezuela

Por Genaldo de Melo
O limite da tolerância intelectual no Brasil atingiu hoje provavelmente o limite máximo que se pode na figura da exótica jurista do impeachment, a advogada Janaína Pascoal. A mulher simplesmente resolveu se comunicar via twitter com o presidente norte-americano para pedir ajuda na América Latina contra a cor vermelha.

Ou a jactância da ignorância atingiu o ápice quando ela numa seqüência maluca de tweets direcionados ao presidente Donald Trump disse que a culpa da “ditadura” venezuelana é de Lula e de Dilma e que ele não compre mais petróleo à Venezuela, ou então, a patética capacidade de cinismo político atingiu o limites dos infernos.

Não pode ser considerado normal um discurso de gente louca dizendo que tudo que tem a cor vermelha há ligação com o PT e com seus membros. De três uma, ou ela está de novo recebendo dinheiro para opinar com suas loucuras que colocou o Brasil em estado de sítio político e econômico, ou ela acabou o dinheiro e precisa de evidência para angariar mais recursos, ou então ela está realmente em estado mentalmente terminal.

Colocar suas posições políticas acima de qualquer coisa dentro da normalidade para simplesmente atacar de todas as formas, até mesmo doentia, o Partido dos Trabalhadores, é literalmente para se desconfiar que a advogada não anda bem da cabeça.

É insensato! O que tem a haver a Venezuela e seus problemas sociais, políticos e econômicos com Lula e Dilma? Tem que tomar remédio urgente, para não terminar numa cela de hospício! Ou então deve beber tinta azul na esperança de mudar a cor do sangue que tem nas veias!

Comentários