Lava Jato pode apresentar a lista de santos que o Brasil deve votar em 2018

Por Genaldo de Melo
O procurador da República em Curitiba, um dos coordenadores da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, parece que compreendendo que o povo brasileiro é um dos mais despolitizados do mundo, tanto que escolhe sempre os piores para serem representantes no Congresso Nacional, quer que para se terminar com a Operação de vez em 2018, orientar para que se vote nos melhores, só não diz quem são os melhores para um povo que vende o voto para corruptos.

Em sua aparição na Globonews, como se fosse um artista de cinema ou um astro do futebol, fala do fim da Lava Jato, mas deixa bem claro que ela só acaba se os brasileiros melhorarem o Congresso Nacional nas urnas. Ele parece que quer continuar com seus espetáculos e não resolver de fato o problema de combate e prevenção da corrupção, pois trabalha como um cabo eleitoral, e efetivamente não prendeu ninguém que foi delatado ligado aos tucanos, demistas e peemedebistas (com exceção de Cunha, que ninguém sabe de fato se realmente ele está preso, porque quando aparece é de linho italiano prá frente!).

Dizer nas entrelinhas de que a Operação Lava Jato, que já está cansando de fatos aos brasileiros, para acabar depende da escolha dos eleitores, é brincar com a inteligência dos outros. Combater a corrupção, mas esquecer Aécio Neves, com pedido explícito de propina e “ameaça” de morte, esquecer R$ 23 milhões de Serra, esquecer todas as denúncias contra um presidente com 95% de rejeição, entre outros, é realmente achar que todos somos otários. Esqueci, mas condenaram Lula, sem de fato convencer ao grande número de brasileiros que aquele apartamento era ou é de fato dele!

Aparecer para holofotes da Globo para discursar a favor do fim da corrupção no Brasil, e pedir em entrelinhas que se escolha os melhores nas eleições, que ajudará a acabar com a impunidade, e não punir alguns playboys da política, é fazer política e não justiça, no sentido mais literal da palavra. É por essa e por outras que não acredito na finalidade exposta da Lava Jato, pois para todos os fins ela é política, e só existe mesmo para descobrir uma forma legal ou ilegal de prender Lula e outros expoentes da esquerda para um “santo” tucano assumir o poder de fato.

Agora parece que para acabar com a Lava Jato e varrer o Brasil da corrupção, somente vai ficar faltando apresentar a lista dos candidatos que para os procuradores e iluminados de Curitiba servem ao Brasil imaculadamente. Mas tudo pode acontecer, pois quem sabe se eles não têm bola de cristal, e convençam alguns cidadãos que não vendam os votos para os atuais membros do Congresso Nacional, e assim a gente possa assistir melhores espetáculos televisivos nas concessões públicas? Artista tem coisa que o "cão" passa longe...!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

A Globo agora anuncia a incrível piada de início de ano com Luciano Huck e Angélica

O Pitbull de Eduardo Cunha finalmente levou uma mordida