60 milhões de votos comprados podem reeleger Michel Temer

Por Genaldo de Melo
Definitivamente não pode ser considerado normal, dentro das regras naturais das coisas políticas, uma candidatura à reeleição de Michel Temer. Ninguém em sã consciência considera uma coisa dessa natureza como sendo absolutamente normal, até mesmo porque nunca em nenhum momento da história, em nenhuma civilização, já houve um disparate como esse.

Para qualquer cidadão entendedor do mínimo do mínimo de coisas políticas deve ter coisa bastante errada nessa insana vontade do presidente mais impopular da história da República brasileira em ser candidato à reeleição. Porque com sua impopularidade não ganha nem mesmo para vereador  da menor cidade que houver no Brasil. Está comprovado nas pesquisas que medem sua popularidade!

Mas ele insiste talvez para provar para si mesmo, como um cego ou um doente, que a sua prisão “política” particular no Palácio do Jaburu é uma invenção de jornalistas ou formadores de opinião que não gostam dele. Ou então está escondendo alguma coisa até mesmo para seus mentecaptos assessores, ou então uns poucos assessores espertos demais não estão lhe dizendo o que as ruas dizem.

Michel Temer deve querer ser candidato, porque não anda nas ruas, e pelo visto, não está lendo os jornais corretos que mostram a visão de incapaz, de vampiro, de traidor, de usurpador da coisa pública, e principalmente como o mesmo é ridículo no papel que está exercendo.

Michel Temer é de dá pena nesse momento...! Ou então é de se ter nojo! Porque vai administrar um monte de recursos de que dispõe como candidato “no cargo”, que não chega a lugar nenhum. Mas coordenar "estrutura" de campanha parece que deve ser muito bom (só pode ser isso), porque martelando a cabeça não vemos outra explicação para tal absurdo, e para a certeza do ridículo que pode ser quando se abrir as urnas na noite das eleições. 

Pode ser também que ele queira comprar 60 milhões de votos! Ou então deve ter uma bruxaria sublime no caldeirão cavernoso de sua cabeça para começar a usar já na sua conversa que vai ter nessa semana com o atual presidente do DEM, ACM Neto. Ele acha que pode tudo, mas começa errado, pois o prefeito de Salvador não tem voto para eleger ninguém ao Planalto!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

Sem Lula cidadãos conscientes continuam preferindo Manuela