Todos os pré-candidatos vão se unir em torno de Lula


Por Genaldo de Melo
A política como coisa em si não se parece nada com as águas de um lago represado, parece mais com o turbilhão de uma tempestade que muda o sentido das nuvens mais rápido. De modo que, o que está posto hoje no tabuleiro do xadrez político pode virar ventos fortes amanhã.

Essa é a tese defendida nas entrelinhas pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), quando diz que muitas das candidaturas que estão postas hoje podem naturalmente se desmanchar até o início do processo eleitoral. Por isso que a candidata do seu partido, Manuela D’Ávila (PCdoB), mantém-se no páreo como proposta para a sociedade brasileira.

E no auge da sua lucidez, o governador maranhense ocupou um espaço de opinião que poucos membros da esquerda parece que não ocupa, ou por falta de coragem ou pelas premissas de incertezas que essas eleições estão condicionando a todos. Segundo ele caso Lula seja candidato, todos os demais candidatos do campo progressista devem acompanhá-lo, porque é certa a vitória.

Essa tese da união das esquerdas em torno de Lula, caso os golpistas do judiciário político e do jornalismo da obediência não promovam mais outros golpes contra a perfeita ordem de nossa democracia, é a mais correta nesse momento de incertezas. Caso contrario com candidaturas praticamente “soltas” na esquerda e no centro, não teremos segundo turno com a participação de forças políticas mais alinhadas com os interesses nacionais.

A opinião de Flávio Dino nesse momento é a mais correta. Manter a candidatura de Manuela D”Ávila até julho, mas defender a participação de Lula nas urnas, e assim sendo, unir todos em torno do maior líder popular vivo hoje no mundo, que é Lula, em um projeto comum de nação.

Quanto a sua situação no Maranhão, parece que algumas pessoas devem entender melhor as entrelinhas de seu discurso para não olhar para trás e virar estátua de sal, como o personagem bíblico de Ló, do Livro de Gênesis.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

ACM Neto pode não ser mais candidato nas próximas eleições na Bahia

Sem Lula cidadãos conscientes continuam preferindo Manuela