Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

A violência que assola em Feira de Santana

Imagem
Por Genaldo de Melo O limite da tolerância em relação aos índices de violência em Feira de Santana já foi ultrapassado há algum tempo, e parece que poucas pessoas, absolutamente muito poucas, estão de fato preocupadas com isso, além de alguns espaços de opinião, que acabam por se dividir em dois grupos. Primeiro os mais sérios, que preocupados com esse fenômeno, procuram chamar a atenção do Poder Público instituído para solucionar, ou até mesmo contribuir com o conjunto da sociedade com a solução do problema. O segundo gosta mesmo é de sensacionalismo, porque considera que sangue chama atenção de muita gente boa, e naturalmente choca outros.
A violência cantada e declamada, e que de fato está a invadir todos os nossos espaços, não pode ser justificada pela existência de uma clara Dinâmica de Fronteira, nem como por Feira de Santana ser caracterizada como cidade de maior entroncamento rodoviário do Norte-Nordeste do Brasil. A violência que está a se assolar e está a “consolidar” a imagem…

Será que a gentrificação vai ser liberada em Feira de Santana?

Imagem
Por Genaldo de Melo (Foto: Sala de Notícia)
Na última semana em que deixou a Prefeitura Municipal com o intuito de se candidatar ao Governo do Estado, o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), entregou à Câmara de Vereadores quatro projetos de leis, que em tese devem nortear as mais importantes políticas de infra-estrutura, de meio ambiente e de ocupação urbana no município a partir da aprovação.
Quase ninguém deu muita importância aos projetos apresentados, que foram o Plano Diretor, o Código de Obras, o Código de Meio Ambiente e a Lei de Uso e Ocupação do Solo, nem mesmo a imprensa local, e pelo visto nem mesmo os nobres vereadores representantes do povo, que deveriam ser responsáveis pelo que se coloca para o futuro do município.
A preocupação é que aqueles projetos que foram apresentados na Câmara de Vereadores compreendem as regras de tudo o que deverá ser feito, e que não deverá ser feito, em relação a questão urbanística e de meio ambiente na cidade, mas parece que nin…

Colbert Martins não vai demitir ninguém antes de outubro

Imagem
Por Genaldo de Melo Ao longo dos anos parece que uma parcela dos cidadãos feirenses em vez de aumentar sua capacidade crítica de analisar os cenários políticos de forma mais coerente com a realidade, parece que ficou mais cega para o funcionamento da coisa política.
Um exemplo de como alguns cidadãos foram imbecilizados politicamente a ponto de analisarem incorretamente a política, são as exigências e pressões que alguns indivíduos e grupos políticos do município vêm fazendo ao atual mandatário do Paço Municipal, Colbert Martins, (MDB) para que este demita logo os secretários ronaldistas.
Talvez essa pressão toda seja resultado da falta de educação política promovida pelo próprio ronaldismo, que segundo fontes das ruas quem não estivesse rotulado dentro do esquema do grupo político que governou até o ex-prefeito renunciar, não podia ser tratado nem como adversário, pois tinha que ser tratado mesmo era como inimigo.
Analfabetismo político puro dessa gente, que ainda não compreendeu que Col…

Bolsonaro entre a aberração política e a piada

Imagem
Por Genaldo de Melo Desde que começou essa onda bravateira e paranoica de uma substancial parcela de “patriotas” da sociedade brasileira em colocar Bolsonaro em torno dos dois dígitos nas pesquisas eleitorais, que venho reiteradas vezes dizendo que ele será desconstruído a partir do momento em que a justiça eleitoral liberar as campanhas eleitorais.
Bolsonaro não tem capacidade nenhuma para ser Presidente da República, e o tempo vai inclusive demonstrar que ele não tem nem mesmo capacidade de conduzir uma campanha eleitoral, provado inclusive pela suas fugas dos debates com os demais candidatos. A não ser que tenha alguém que acredite que um homem com mais de duas dezenas de anos no Congresso Nacional, e só conseguiu aprovar dois insignificantes projetos de lei, tenha a capacidade de enfrentar a realidade das coisas!
Provavelmente o deputado Bolsonaro deve está muito arrependido em ter se colocado como pré-candidato à Presidente, porque atingiu seu patamar mais alto em pesquisas eleitora…

Analfabetismo político cria aberrações políticas em Feira de Santana

Imagem
Por Genaldo de Melo O analfabetismo político de parcela de cidadãos nesse nosso país é tão grande, e principalmente em nossa Feira de Santana, como comprovam pesquisas que demonstram que o eleitor daqui se esquece em quem votou em tempo recorde de três ou quatro meses, que temos aberrações políticas, como é o caso desse vereador que passeou de cavalo de luxo pelas ruas de Feira de Santana, apenas chamar a atenção para si mesmo.
Cada dia que se passa, as conseqüências dessa incapacidade de alguns em enxergar pelo menos baseado na experiência de vida para que serve a política, faz com que em vez de aparecer homens que saibam quais seus papéis na Câmara de Vereadores, e causem orgulho ao nosso povo, apareçam ventríloquos da ignorância que nos causam vergonha diante do mundo e vai manchando a nossa própria história política.
O que causa mais tristeza nisso tudo, é que alguns cidadãos parecem, ou não querem compreender, que aquele vereador que passeou ridiculamente de paletó num cavalo, como …

Os resultados das urnas do próximo outubro definem quem será vereador em 2020

Imagem
Por Genaldo de Melo Conseguir um mandato na Câmara de Vereadores é um dos grandes sonhos de muita gente, por diversas razões. Algumas pessoas por não compreenderem o papel de um vereador, e vendo escândalos por cima de escândalos de enriquecimento ilícito de muitos, acreditam que eles mesmos entrando na política vão enriquecer.
Outros sabem exatamente para que serve ser representante dos interesses do povo, ou mesmo de grupos de interesses, e entram no mundo político, exatamente para isso, ou seja, representar e defender os interesses ou do povo ou de um grupo social específico.
Um terceiro grupo desses cidadãos que entram na política, faz isso por causa da vaidade de ser visto como diferente na sociedade. A vontade de ser colocado acima dos outros pares humanos os faz entrar na política, e por inexperiência muitos deles gastam todos os seus recursos para isso, terminando muito mal financeiramente.
Mas a política apesar da demonização planejada dos meios de comunicação nos últimos tempos …

Candidatos a deputado federal facilitam os alienígenas em Feira de Santana

Imagem
Por Genaldo de Melo Um fenômeno político no mínimo inusitado chama a atenção para Feira de Santana, que segundos dados oficiais tem uma população, exclusivamente local, que ultrapassa os seiscentos e vinte mil habitantes. Caso aconteça que nenhum dos postulantes nessas eleições à deputado federal venha a ter sucesso nas urnas, o município ficará a partir de janeiro sem nenhum representante na casa baixa do Congresso Nacional.
Para o conjunto de mais de quatrocentos mil eleitores não eleger um único representante, bem que poderia ser motivo de vergonha e incapacidade eleitoral organizada para atingir tal feito, pois culturalmente as pessoas não gostam de assimilar o discurso da derrota em qualquer situação, seja no futebol, na discussão de grupos, nas concorrências comerciais, e principalmente não aceitam serem tratadas como derrotadas na política.
Mas analisando mais profundamente o quadro político no município, o que se ver é que a grande maioria dos eleitores feirenses pode de novo nes…

Se o irmão de Colbert for vice então Zé Ronaldo pode até ser deputado federal

Imagem
Por Genaldo de Melo Desde que se elegeu como prefeito de Feira de Santana pela primeira vez, que Zé Ronaldo (DEM) reina absoluto como líder político com um capital eleitoral invejável, e com um reconhecimento da maioria da população local quase incompreensível pela forma como ele administra a coisa pública sem muito diálogo, e com mãos de ferro.
Durante esses quase vinte anos, ele construiu com os aparatos políticos de que sempre dispôs um grupo de técnicos e lideranças locais com capital eleitoral forte, demonstrando uma capacidade evidente para derrotar eleitoralmente seus adversários, mas nunca conseguindo capital eleitoral suficiente para derrotar os mesmos quando se tratou de eleições para o governo do Estado.
Como soldados num tabuleiro de xadrez na tentativa de chegar à Prefeitura, pelo meio do caminho ficaram muitas lideranças políticas que sempre tiveram muitos votos para se eleger para deputado, mas nunca para lhe tirar o controle daquele prédio bonito na esquina da Getúlio Var…

O lulismo não pode fugir jamais de sua responsabilidade histórica

Imagem
Por Genaldo de Melo Alguns membros do Partido dos Trabalhadores parece que destituídos, de razão e movidos simplesmente por paixão, vêm defendendo uma tese no mínimo estranha para quem sabe como funcionam as regras do poder no Brasil. Não se sabe qual o fundamento, e nem onde se quer chegar com isso, mas vêm defendendo que se Lula não for candidato o partido deve boicotar as eleições de outubro.
Não se sabe com que força esses membros, que obviamente devem não representar a opinião geral do partido, vão conseguir convencer aos brasileiros para não irem às urnas para votar, mesmo que não seja em Lula. Pelas regras eleitorais atuais se o PT não participar das eleições ela não deixará de existir, o que acontecerá é o PT ficar de fora.
Espera-se que a grande farsa caia em tempo de Lula ser candidato, porque é a sociedade brasileira que está dizendo que quer ele de volta. Porém se ele não for candidato, infelizmente não vai ser apenas uma agremiação partidária que vai cancelar as eleições. E …

Partidos trabalham para construir chapas próprias em Feira de Santana

Imagem
Por Genaldo de Melo Mesmo distante mais de dois anos das próximas eleições municipais, uma preocupação latente ocupa os juízos de muitos pretendentes ao cargo de vereador em Feira de Santana. Isso porque nessa disputa que acontecerá em 2020, não haverá possibilidade de se fazer coligações proporcionais.
Cada partido terá que redobrar esforços para construir chapa própria a fim de se atingir o coeficiente eleitoral para eleger nomes próprios. O que se configura naturalmente em grandes dificuldades para a maioria dos partidos considerados pequenos.
Outra preocupação de quem ainda não dispõe de mandato, mas apenas o sonho de tê-lo, é que nesse processo quem já tem mandato fica sempre com mais chances de se reeleger. Também existe a possibilidade de muitas legendas acabarem por servir apenas de trampolim para aqueles que pessoalmente dispõem de estrutura política, material e financeira.
Se o fim das coligações pode fortalecer alguns partidos considerados pequenos, mas com forte teor ideológic…

Quem autorizou a entrada da revista Veja na solitária de Lula?

Imagem
Por Genaldo de Melo Há quase um mês Lula como preso político nas dependências da Policia Federal de Curitiba, sem a possibilidade de conversar com ninguém, além de seus advogados e familiares, notícias dele a sociedade brasileira só tem a partir destes.
Depois de várias tentativas de visitas feitas por amigos, por lideranças políticas e sindicais, por artistas e intelectuais, e até mesmo por um Prêmio Nobel da Paz, sem conseguir, somente agora pela primeira vez conseguiram isso, Jacques Wagner e Gleisi Hoffmann.
Diante de tudo isso, surge um grande mistério que precisa ser desvendado, e bem explicado à sociedade brasileira. Se ninguém pode visitar e saber de Lula, como explicar então que a revista Veja saiba da rotina dele dentro da prisão?
É isso mesmo! A revista Veja que sai na bancas hoje (04/05) conta com detalhes a rotina de Lula. Ela sabe que à esquerda do elevador do terceiro andar tem um agente com uma espingarda calibre 12, sabe que ele liga a televisão de manhã para ver o notici…

A culpa pelo incêndio pode ser de Guilherme Boulos para a Rede Globo

Imagem
Por Genaldo de Melo Sempre escrevi sobre o nefasto papel exercido por setores hegemônicos da imprensa tradicional, caracterizada no Brasil pelo forte viés comercial, atrelado não somente aos interesses econômicos, mas aos interesses políticos propriamente ditos, porque comprovadamente essa imprensa não trabalha em favor dos interesses nacionais, e sim dos interesses de quem lhe paga as contas.
A imprensa tradicional no Brasil durante décadas vem se prestando ao papel da obediência exclusiva aos ditames do lucro e da imposição de valores de uma pequena minoria que comanda os meios de produção no país, atrelada aos interesses internacionais. E nesse sentido, usando a prerrogativa da concessão pública quem mais exagera é exatamente quem mais atinge o bojo da população brasileira, que é a Rede Globo.
Mas agora parece que essa imprensa está exagerando, e até mesmo o povo que não tem muita opção em matéria de informação e jornalismo, já percebeu as hipérboles diárias. Escancaradamente esconde …

Organizados os empresários vão acabar com os sindicatos

Imagem
Por Genaldo de Melo A luta política nunca foi uma novidade, pois na verdade é uma necessidade humana. Porém depois de quatro vezes seguidas que a esquerda ganhou as eleições no Brasil, membros e grupos da direita não mais aceitaram participar do processo democrático pelo instituto do voto, e partiram para um desastroso golpe de Estado.
E nessa disputa ambos os lados, esquerda ou direita, sempre utilizaram dos instrumentos e mecanismos que controlam politicamente. Achar que as disputas existem porque cidadãos e grupos precisam da festa da democracia que são as eleições é um engodo. Todos participam para coordenar as estruturas, as políticas e os recursos do Estado.
A direita sempre utilizou o sistema empresarial e suas organizações para se manter no poder, principalmente via licitações predatórias nos aparelhos públicos. O Estado tal como existe não funciona sem a participação de empresas na implantação das mais diversas políticas, programas e projetos. É por isso que se compra votos e ma…

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

Imagem
Por Genaldo de Melo Dificilmente assisto a Rede Globo, porque além de não ter mais paciência, não concordo com a manipulação que ela faz com suas edições políticas contra a esquerda brasileira, e hoje definitivamente contra a democracia brasileira.
Mas confesso que ontem resolvi acompanhar o Jornal Nacional para ver que tipo de grosseria jornalística ela poderia fazer com esse Dia do Trabalho, em que parcela do povo ocupou às ruas em defesa de Lula e da democracia.
Simplesmente vergonhoso seu jornalismo da obediência, pois utilizou a maior parte do noticiário para sensacionalizar e sensibilizar a população sobre o incêndio em São Paulo, e manipulou sua edição com imagens que não mostraram a verdade das ruas no dia do trabalhador.
Não que não seja importante noticiar o incêndio do prédio paulista, mas porque descaradamente usou abusivamente do fato para esconder o óbvio de que os brasileiros ocuparam em massa as ruas do Brasil em defesa de Lula e em defesa da democracia.
Nos fatos ficou cla…

A tentativa de assassinar metaforicamente o líder que o povo precisa

Imagem
Por Genaldo de Melo Todo e qualquer povo precisa de um líder capaz de coordenar as vontades individuais e canalizá-las num bem comum. Povos sem líder sempre estão fadados aos processos de colonização cultural, e principalmente política. O líder necessário tem que ser de todo tipo, até mesmo o líder religioso. Não à toa que Tolstoi nas entrelinhas dizia que os homens precisam de religião para que não se embruteçam naturalmente.
O líder necessário para organizar e coordenar politicamente um povo deve ser de caráter maquiavélico, ou mesmo gramsciano, mas ele deve necessariamente existir porque indivíduos juntos que pensam diferente, sem a mediação não chegam a lugar nenhum, a não ser no conflito. A história é bastante colorida de exemplos de povos que depois de grandes, quando passaram a não ter um líder se perderam na própria história.
Em relação ao povo brasileiro, sempre se fez necessário esse líder, e nos poucos momentos históricos em que apareceram tais atores de processos de liderança…