A luta política não morre


Por Genaldo de Melo
Um amigo de longas datas muito instruído veio me aconselhar a parar de escrever sobre política, porque segundo ele a política já passou. Para ele com a vitória de Bolsonaro, coisas da política agora somente teremos nas eleições de 2020, como se a política fosse somente o período das eleições, e pronto!

Não posso parar de escrever e opinar sobre política, porque ela não acaba nas eleições, pois estas são apenas uma pequena parcela da engrenagem do mundo político. As eleições fazem parte do processo de escolha de quem vai administrar a coisa pública fazendo nada mais nada menos do que política.

É assim que pensa a maioria dos brasileiros em relação à política, poucos participam dela, elegem indivíduos que cometem verdadeiros estelionatos eleitorais, e depois eles mesmos como cidadãos portadores do direito de escolhas através do voto, esquecem em pouco tempo em quem votou. É por isso que na política verdadeiros canalhas aves de rapina se sustentam, porque as pessoas acham que a política só são as eleições.

Se eu não concordo com determinados elementos que venceram as eleições mentindo ou com propostas que não vão colocar em prática, tenho que também tentar de todas as formas convencer nossa população de que estes devem ficar apenas os quatros anos seguintes, porque são mentirosos.

Como vou concordar com Bolsonaro, por exemplo, quando ele disse que no seu governo não teria negociatas de cargos, não teria corruptos e que seria diferente, e quando se elege deixa um rebanho de corruptos já na equipe de transição, pode dá um cargo de embaixador para Michel Temer, e até mesmo o ator pornô Alexandre Frota está cantando de galo que indicou a futura Ministra da Agricultura?

Quem quiser ficar calado que fique, eu não, eu ainda tenho responsabilidades!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A manipulação grosseira da Globo do Dia do Trabalho

Sem Lula cidadãos conscientes continuam preferindo Manuela

Rodrigo Maia pode surpreender a todos unificando as forças de direita